Um amigo indesejado
Historietas / 7 Dezembro, 2017

Ele era amigo da casa… durante anos fez-se de cego… e sua amiga a ajudara. Fingindo-se de cego e armado de intenções desonestas e caprichosas… Tentou por tateamento fruir do corpo de sua amiga… Esta se apartava e dizia: Desculpe, somos amigos… nada mais e além disso sou casada e tenho respeito por mim mesma… Este, manteve seus intentos, se apercebia de quando o marido saía de viagem para se encaixar na sala da vizinha… um dia se desmascarou. Esta ficou surpreendida… e este acrescenta: – “Ela havia feito um milagre…” Ela recebe uma chamada do esposo e conta o sucedido… e este diz: Para Deus nada e impossível. Esta, sente o aproximar por detrás do suposto cego, tentado abraçar-la e diz: – Exijo respeito, pense sim em agradecer a graça recebida… sentaram-se no sofá da sala… esta vai à cozinha e diz: – Agora que obteve essa graça divina de «ver», veja que deitou este ovo neste prato – veja… Este exclamava: Sim estou vendo… gosto de ovos… Hum! Em seguida esta com a garrafa, absorve a gema do ovo e o coloca no interior da garrafa e diz… amizade e amor são coisas distintas, podem estar associadas ou…

Juntos na festa dos Cromos – Somáticos
Historietas / 7 Dezembro, 2017

Essencialmente somos cinco: 46 + 23 + convidados e você – caro leitor. Publique-se no “Diário de Bordo” e torne esta notícia pública. Ponto final – parágrafo. O colorido irradia nas colinas e observamos desde as planícies, a neve cristalizada que se derrete, oceanos que se beijam e a imensidão infinita do finito visual do espaço – de modo igual, podemos sentir que se renovam as esperanças para a realização de novos desafios e grandes conquistas ou alucinações. O cromo 46 faz-se presente e incessantemente cava e tenta desvendar as camadas de valência. Sabemos que hoje é um dia especial – como todos os outros. Houve uma colisão de corpos, o 46 se manifesta e o 23 ganhou o choque – quem foi e quem será – será! O som geometrizou e testemunhou as interjeições – selos de autenticidade e prazo de validade. A magia dos sentidos estimula desejos que despertam sensações e novos sons, que geometrizam e geram interjeições – essência da magia mágica do 46 – criteriosamente o 23 é o cromo de uma marca sem igual – fruto do resultado da explosão da minha e a tua papila. Bendito 46 e luz sejais 23! No ar, o…

Um livro e uma travessia inesquecível – Referência mundial da literatura e da comunicação
Surpresas / 7 Dezembro, 2017

10 novembro 2016 – 29 novembro 2017 O dia 29 Novembro 2017 fica marcado na História da História de todos. Um marco único na história da Literatura e da Comunicação. Parabéns Bahamas e Estados Unidos!     Parabéns ao excelentíssimo Capitão Holman e digníssima esposa Emory – Alpine, Texas – Estados Unidos e Eleuthera Island, Bahamas, eleitos de forma democrática pelo destino. Este feito memorável, os liga eternamente ao espólio Mundial da Literatura e da Comunicação. De forma inovadora, e por primeira vez, se fez a travessia do bravo Oceano Atlântico, de forma inovadora – uma viagem inesquecível que começou a 10 de Novembro de 2016, O destino escolheu a rota de Cristóvão Colombo. – E porque não outro Oceano? – Que ocorreu, nesta data tão importante? Acompanhem-me nesta façanha única e sem precedentes – Grato por partilhar esta notícia de grande importância para todos.   Ao partilhar a minha página, está a partilhar expressas emoções – grato! Ver Mais Surpresas  

Data Histórica – Glass Alcatraz
Surpresas / 7 Dezembro, 2017

Digníssimos! Sua Excelência, É com muita honra que lhes comunico um inédito e primeiro acontecimento desta natureza. De uma frota de 8 livros, a Sra. Emory Holman de Alpine, Texas – Estados Unidos, de férias na Ilha de Eleuthera, Bahamas resgata o primeiro náufrago – “GLASS ALCATRAZ”. – Perguntamos, existem mais sobreviventes? – Facto curioso – na rota de Colombo. Uma data inesquecível que deixa um marco histórico no mundo da literatura e da comunicação e com especial referência 10 Novembro 2016 – 29 Novembro 2017 https://youtu.be/OO4PGKf3Uew Testemunho do lançamento e a imagem do achado, enviada pela feliz Senhora Emory. Este marco histórico merece Vossa consideração e registo. Desde já os meus agradecimentos e respeitosos cumprimentos. Atenciosamente, Manuel António Rocha   Ao partilhar a minha página, está a partilhar expressas emoções – grato! Ver Mais Surpresas  

Adeus Ano – Feliz Maturidade
Surpresas / 7 Dezembro, 2017

É com um vasto agrupamento de sinónimos e antónimos, que nos despedimos de 2017 – o futuro chama-se “Boas Festas e Feliz Ano Novo” a todos os cidadãos do mundo da Era Aquariana – a Era da imprevisibilidade! Segundo, apurei de fontes da Casa da Babilónia – uma nova consciência sociológica se impõe, de forma tal, que o respeito e o livre-arbítrio se fundamentam numa ideologia de maior justiça e liberdade – Democracia. Uma das fontes, que pediu anonimato, salientou: “… tudo, fruto da exigência de muitos autores-escritores, que exigem aos pais e aos governantes um programa de educação e instrução, menos vinculativo às crenças, mas – mais transparente e de linguagem universal – formação emocional, de igual modo que a mésica e a música. Aos trabalhadores, aos doentes, aos reclusos e a todos os que se debatem pela paz e igualdade de direitos, que a luz e o oxigénio penetrem na escuridão e no vazio! Tempo de inovar e renovar a esperança e a fé! Aos governantes, aos pais, aos professores, aos promotores da justiça e da cultura – todos e sem exceção, recebam o respeito e os dons, para uma gestão equitativa e com base na tolerância, transparência…

SUNFADÓ
Letras / 6 Dezembro, 2017

Lalalaaaaaaa, lalalalala, wow wow wow wow wow wow wow, lalalaaaaaaa, Wow Sunfadó wow toca-me delicias que me dão vibração, wow wow wow wow wow wow wow Sunfadó. Deixa-me sentir a bruma da espuma, wow Sunfadó wow molha-me! Desliza em carícias, sinto cócegas e delícias, wow Sunfadó wow, Deixa-me ser teu instrumento, E tu, a minha imaginação na tua vocalização. Wow Sunfadó toca-me delícias que me dão vibração, Sinto a tua risa, a tua versão e emoção. Sei que tens razão, mas dá-me a tua mão, Wow Sunfadó wow Sunfadó wow Sunfadó, Toca-me delícias que me dão sensação, Acaba a confusão e sem fragmentação! Wow Sunfadó wow toca-me delícias que me dão vibração, Lalalaaaaaaa lalalaaaaaaa wow wow wow wow wow wow wow Sunfadó, Deixa-me sentir o expoente tão eloquente, Sunfadó wow Sunfadó wow Sunfadó wow. Lalalaaaaaaa lalalaaaaaaa wow wow wow wow wow wow wow Sunfadó, Grãos de areia se soltam entre dedos, Nuvens mágicas brotam partículas E gotas pingam no fusco, wow Sunfadó wow. Sinto o calor e o som iluminado de nuvens risonhas, Pulsam desejos de abraçar, Wow Sunfadó, wow wow Sunfadó, wow wow wow Sunfadó wow, O brilho das pupilas contraídas E a marca de um coração mimoso e…

A Revolta das Pedrinhas
Historietas / 5 Dezembro, 2017

A Opala sentia-se triste… perdera parte do brilho dos seus belos reflexos. Desde aquele dia nefasto, em que sua fiel e amada proprietária deu o último suspiro, devido aquele insólito e súbito acidente. Naquela bela mão, sentia-me a rainha das pedras e da beleza – sentia cores e odores, sempre escutara de alegria e muito viajei em muitas peripécias participei. Sentia-me segura, talvez a preferida da minha rainha. Conquanto, as demais eram trocadas periodicamente e eu ali permanecia reluzindo e sentido sua delicada pele. Já estava habituada à intempérie da água que corria nos dedos das mãos. Agora aqui sozinha e desprezada no meio de lamentos e escuridão. Aqui fechada, no meio de outras que adormeceram num sono profundo desta escuridão. Maldito cofre que não deixa penetrar nenhum raio de inteligência. Tento mover-me, por vezes bato na porta e ninguém me ouve! Eles sabem que eu existo e tenho valor, porque senão, aqui não estaria. Vou resistir e não vou adormecer, numa muda de cofre. Não tenho a minha dama – prefiro estar num expositor, onda possa ver, brilhar e fazer sonhar. Parece-me que há magia, acordaram da letargia e até já conversam, coisa rara. O Cristal repete sempre a…

A Culpa é dos Desejos
Argumentos / 5 Dezembro, 2017

        Joseph acaba de cumprir 7 anos de cadeia, fora acusado de um crime que supostamente não cometera.         Naquele dia e hora fatídica, Joseph havia ido naquele local sinistro, onde residia seu irmão Charles, 3 anos mais velho. Local habitual, onde se encontrava periodicamente com a sua namorada Beatrice.         Estaciona na berma e sai do veículo. Dirige-se à porta principal da casa, quando repentinamente, Charles sai como disparado correndo e ensanguentado na direção do seu carro mal estacionado em cima da relva. Este, por uns instantes mira para Joseph e desaparece do local.         Joseph, pálido e indeciso, se abraça ao corpo sem vida de Beatrice e tenta reanimá-la – respiração boca-a-boca.         Trémulo, incrédulo, confuso e asfixiado, consegue chamar a emergência, dizendo: – Ela parece que morreu nos meus braços!         A polícia e duas ambulâncias chegam ao local.         Joseph está todo ensanguentado e soqueia sua testa, exclamando: – Porquê?         Este tenta resistir à ordem de prisão e um dos polícias lhe dá uma descarga elétrica para o imobilizar, e por fim, já totalmente abalado e meio sonolento, exclama: – Não pode ser! Isto é um sonho ou pesadelo! Parece que estou vendo um filme!…

O Passageiro Inglês
Argumentos / 5 Dezembro, 2017

Todo embelezado, o London City Cruise Port situado em Greenwich tinha como convidado de honra o emblemático navio cruzeiro-bibliotecário “Literacia – Compendiar” também, todo embelezado para a cerimónia de batismo e viagem inaugural.         Como referência, e para memórias futuras, a maior editora do mundo e com a comparticipação de vários escritores – mandou construir o navio cruzeiro (quebra-gelo/expedição) – bibliotecário “Literacia – Compendiar” em um estaleiro londrino.          O navio é um luxuoso hotel e tem capacidade para 1600 (incluindo mais de 500 tripulantes) e destina-se em especial aos leitores, aos escritores e compositores de todas as categorias e géneros; especialmente formatado para biblioteca e eventos culturais, tais como, os Prémios Compendiar do Autor – Escritor Manuel António Rocha.          Oferece muita segurança, espaço e conforto.          Biblioteca insubmergível com livros físicos, eletrónicos e audiovisuais – livros em todos os idiomas.          Luxuoso salão nobre de conferências.          Belas Salas instrumentalizadas destinadas a compositores e ensaístas.         Quatro Salas e ferramentas destinadas a desenhistas, pintores, escultores e compositores.          Espetacular Sala da Moda, Designer e Decoração.          Salões luxuosos destinados a exposições.          Centro Comercial – lojas de alto requinte.          Casino Literário e Fotográfico, contextualizado e…

Tudo era caro!
Historietas / 5 Dezembro, 2017

Bom dia! Diga quanto custa senhor, a uva? – Bom dia! Está em promoção… são 7 ao quilo. Obrigado senhor! Bom dia! Diga senhor, quanto custa a uva, esta semana? – Bom dia! Aproveite a promoção, um dia acaba! Baixamos para 5 ao quilo! Obrigado senhor! Bom dia! Diga senhor, quanto custa a uva, esta semana? – Bom dia! Está quase a acabar! Baixamos para 3 ao quilo! Obrigado senhor! O comprador regressa dias depois e diz: – Bom dia! Diga senhor, quanto custa a uva hoje? O vendedor sorrindo, diz: – Bom dia! Acabou a promoção, lhe disse que um dia acabaria! Veja aqui o preço, custa 10 ao quilo! Este com semblante de interjeições – acrescenta: – Diga-me senhor, estiveram a 3 ao quilo e agora quer levar 2 quilos a 10. Com franqueza, lhe digo que são iguais e até estas, já estão passando do ponto de amadurecimento – estão um pouco melosas, para ser honesto! Saiba, que o senhor me surpreende, lhe peso já, os 2 quilos. Desculpe o atrevimento, posso saber, qual o seu trabalho? O comprador contesta: – Felizmente, trabalho na limpeza dos jardins do Município. Este com semblante tristonho e pensativo, coça a…